Busca
Home
Quem Somos
Notícias
Tipos de Anúncios
Fale Conosco
Cidades
Barra de São João
Cascata
Casimiro de Abreu
Lumiar
Macaé
Niterói
Nova Friburgo
Petrópolis
Rio Bonito
Rio das Ostras
Sana
São Gonçalo
Silva Jardim
Seções
Academias
Acessória e Serviços
Açougues
Advogados
Agência de Receptivos
Agência de Turismo
Agropecuária
Alarmes de Segurança
Análises Clínicas
Assistência Veterinaria
Aula Particular
Auto Escola
Auto Peças
Automóveis
Bares e Choperias
Beleza,Moda e Confecção
Bicicletas
Buffet
Cabelereiros
Canis
Casas Noturnas
Celulares
Centro Médico
Chaveiros
Clínicas
Comércio de Veículos
Condomínios
Contabilidade
Contrução
Corretora de Seguros
Curso Profissionalizante
Decoração
Depósito de bebidas
Despachadoria
Distribuidora
Empréstimos Consignados
Escola
Esteticista
Estudio Tatoo
Fábrica
Farmácia
Festas e Entretenimento
Fisioterapia
Flipper
Fotografo
Grafic Design / Impresão
Gráficas
Hotéis
Imobiliaria
Imóveis
Informática
Instrumentos Musicais
Internet e Hospedagem
Lanchonetes
Lavajato
Locação de carros e Equipamentos
Locadoras
Loja de Bolsas
Loja de Departamentos
Loja de Informática
Lojas
Lotéricas
Madeireira
Manipulação e Homeopatia
Marmoraria
Mat. de Construção
Mecânico
Moda
Motéis
Oficina de Carro
Óticas
Padarias
Papelaria
Pesquisa SERASA e SPC
Pet Shop
Piscinas e Acessórios
Posto de Gasolina
Pousadas
Produtora de Eventos
Produtos de Beleza
Produtos Naturais
Provedor de Internet
Rádio
Restaurantes
Shopping
Sites
Sorveteria
Supermercados
Vidraçaria
TCU mantém paralisação das obras da nova subida da Serra de Petrópolis Bookmark e Compartilhe
Publicado em: 10-08-2017


Órgão aponta indícios de superfaturamento e sobrepreço no orçamento e afirma que projetos na BR-040, trecho no RJ, estão desatualizados e deficientes. Obras estão paradas desde 2016.


O Tribunal de Contas da União (TCU) concluiu no início da noite desta quarta-feira (9) que as obras de construção de uma nova pista de subida da Serra de Petrópolis, na Região Serrana do Rio, não poderão ter continuidade. O órgão recomendou que as obras se mantenham paralisadas, apontando indícios de superfaturamento e sobrepreço no orçamento, além de afirmar que os projetos, básico e executivo, estão desatualizados e são deficientes.

Ainda segundo o TCU, foi determinado à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), que caso as determinações não sejam cumpridas, poderá haver exclusão da obra do Plano de Exploração de Rodovias (PER), na proibição de aporte de recursos orçamentários e até mesmo no cancelamento da concessão.

A obra, que teve início em 2013, está parada desde julho de 2016. Na época, a Concer, concessionária que administra a rodovia, disse que sem os aportes que deveriam ser feitos pelo Governo Federal, não tinha como arcar com a continuidade da construção da pista.

O G1 entrou em contato com a Concer e aguarda o posicionamento da empresa sobre as considerações do TCU.

Fonte:http://g1.globo.com/rj/regiao-serrana/

 

Radio Jovem Online

 

Rio Bonito

Rio das Ostras/Publicidade

Barra de São João/Publicidade

Cascata/Publicidade

Tempo
Publicidade



Guia Serramar- Todos os Direitos Reservados.
Construção e Hospedagem: Cabreu Voip
(22) 2778-3853 ou (22) 99981-3490 VIVO / Whatsapp